Leituras recomendadas

  • Jardim das peculiaridades – Por Jesús Sepúlveda

Uma das principais referências do anarcoprimitivismo e da crítica à civilização, esse livreto resume as ideias de John Zerzan e as expande para além, com uma escrita mais fluída também.

BAIXAR PDF

  • Crise, golpe de estado e resistência: uma perspectiva anarquista – por Facção Fictícia

Uma análise de conjuntura do atual contexto político brasileiro do ponto de vista do anarquismo insurrecionário. Importante para saber situar politicamente a nossa crítica mais ampla.

BAIXAR PDF

  • Para mudar tudo – Por Crimethinc

paraxeroxcapa

Este zine é um projeto colaborativo do coletivo Crimethinc em conjunto com diversos outros coletivos e busca apresentar conceitos básicos dos anarquismo para pessoas que ainda não o conhecem. Veja mais informações em crimethinc.com/tce/portugues.

BAIXAR PDF

  • Sociedade afluente original – Por Marshall Sahlins

sahlins-marshall-a-sociedade-afluente-original-in

Artigo do antropólogo Marshall Sahlins, originalmente publicado no livro “Antropologia econômica” em 1972, sobre a economia da abundância nas sociedades caçadoras-coletoras.

BAIXAR PDF

  • A sociedade contra o Estado – Por Pierre Clastres

sociedade contra o estado capa

Este artigo do antropólogo francês Pierre Clastres foi traduzido por Theo Santiago e digitalizado pelo coletivo Sabotagem em 2004. Trata-se de uma importante contribuição para a antropologia política sobre concepção de “sociedades sem Estado”.

BAIXAR PDF

  • Início do(s) tempo(s), fim do(s) tempo(s) – Por John Zerzan

Sobre a construção da realidade material do tempo, a coisificação do tempo e do nosso conceito de história.

BAIXAR PDF

  • Ismael – Por Daniel Quinn

Este romance da condição humana introduziu diversas pessoas à ideia de crítica à civilização, por mais que o próprio autor tenha se desviado dessa ideia depois, e deve ser lido com a devida críticidade.

BAIXAR PDF

  • Futuro Primitivo – Por John Zerzan

Um dos textos mais conhecidos e citados do anarcoprimitivismo, deve ser lido hoje em dia com a devida criticidade. Introduz à ideia de crítica à civilização (tecnologia e cultura simbólica) por meio de da crítica à divisão de trabalho.

BAIXAR PDF